22 de agosto de 2013

Meu amor, meu bem, meu querido - Resenha Crítica

Olá leitores, como estão?

Eu estou vivendo uma maré de azar no sentido literário da minha vida. Não sei o que está acontecendo, mas esse é o 4° livro consecutivo que pego para ler e fica aquele "cricricri" dentro de mim, os "três pontinhos" dizendo "tá, e daí?" no final da história. Posso lhes garantir que me dei melhor com este livro do que com o anterior, que eu não entendi nada, mas... bom, confiram a resenha! rs


Título: Meu amor, meu bem, meu querido

Autor: Deb Caletti

Editora: Novo Conceito

Número de Páginas: 234

Avaliação do Conteúdo: 3/5
                       Capa: 4/5
                       Diagramação: 5/5

Onde encontro? aqui, por R$25,40






Ganhei este livro da Editora Novo Conceito - parceira aqui do blog - já faz um bom tempo e, nessa minha "maré de azar literário", estava procurando um livro bem gostosinho de ler, com um romancezinho e blábláblá. Logo que olhei para o título, pensei "é esse!", porque, OH DEUS, o que um título desses quer dizer, hein?! Com certeza não seria um livro de ficção científica... Mas, vamos lá, lição número 2 que eu aprendi: não defina o gênero de um livro pelo seu título. 

Ruby McQueen, a personagem principal, é uma adolescente super normal, que não se destaca na hierarquia escolar, nem nada. Apenas estuda e, bom, faz seu papel na sociedade sem que seja percebida. O problema está quando ela começa a se relacionar - digamos que, de passagem, é uma relação bem estranha! - com um riquinho de tirar o fôlego (literalmente, pois o garoto gosta de grandes desafios, como dirigir a moto em alta velocidade, invadir casas e roubar pessoas inocentes...), Travis Becker, que faz seu coração disparar como nunca.

"Os meninos querem conquistar as montanhas; as meninas, os garotos."

Quando a garota se dá conta do tipo de pessoa que se apaixonou, ela tenta se afastar dele e ficar mais ligada à sua mãe - que vive um momento conturbado com o seu "ex"-marido - e ao clube de leitura das Rainhas Caçarolas, formada por senhoras de idade e Harold, o único homem, fazendo com que ela se distraia e siga então a sua vida em uma nova aventura com outro tipo de pessoas, que com certeza tem muito o que ensinar para ela.

"Uma pessoa não é, nunca, tão calada ou incontida quanto parece, ou tão boa ou má, ou tão vulnerável ou forte, ou tão doce ou irascível; somos uma grossa camada de páginas atrás de páginas cobertas por uma capa. E o amor não é um livro em si, mas a lombada. Pode nos separar ou unir."

Agora, vamos começar com a análise do livro e do conteúdo dele. Em primeiro lugar, gostaria de dizer que o "romance" de Ruby e Travis ocupa mais ou menos um quarto de todo o livro, o que dá pra perceber que de romaaaaance que eu achava que o livro teria, devido ao título, sinopse, etc., ele não teve. Ok, isso fez com que eu me decepcionasse bastante, mas, com certeza tiveram coisas que eu absorvi bastante do livro. Vou enumerá-las pra vocês:

1. É mostrado na história o que uma pessoa pode fazer quando está apaixonada, sejam coisas boas ou ruins, mas que acabam sendo "inconscientes" por causa daquele lance de que "o amor é cego". Vale a pena refletir nisso, pois, muitas vezes nem nos damos conta de certas coisas que acabamos fazendo por amor...

2. As pessoas mais velhas com certeza tem mais coisas para nos ensinar do que os mais novos. Todo mundo sabe disso, mas nem todos praticam isso e caem na conversinha de quem não sabe das coisas. 

3. Status não quer dizer nada sobre o que a pessoa realmente é. Não é porque a pessoa é mais rica que ela é mais legal que você ou coisas do gênero. No livro, todas as pessoas assim são super fúteis...

Sobre a parte mais técnica do livro, posso dizer que a narrativa super flui devido a forma como a autora escreve. A Deb criou uma narrativa bem engraçada, com diálogos que você realmente consegue imaginar, e de uma forma bem simples até.

Mas então, qual o problema do livro? O assunto. 

Talvez se o não nos fosse apresentado na sinopse ou no título algo que dá a ideia de ser bem romântico ou no pique de filme americano água com açúcar, não levantaria muitas expectativas e até aceitasse o livro melhor, mas, infelizmente, não foi isso o que aconteceu. Vou indicar o livro para quem já sabe o que esperar dele e para quem está passando por algo parecido com o que a Ruby tem de lidar. Mas, se você esperar um romance, não o recomendaria! 

Para finalizar, deixo com vocês o meu quote favorito do livro. Reflitam! rs

"O que sempre acaba acontecendo é que devemos a nossa sorte ao azar de outra pessoa."

Beijos,
Caroline.


31 comentários :

  1. Realmente a capa e a sinopse passam a impressão de um super romance! Que pena que não foi a leitura que você esperava, mas mesmo assim pareceu passar uma mensagem interessante!

    Abraços, Isabela.

    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  2. Ai deve ser muito fofo! Fiquei curiosa pra ler. Sou fã das suas resenhas, sério! haha

    Beijoos, Ana Carolina.
    http://simplesglamour.blogspot.com
    Instagram: @simplesglamour

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol.
    Muito legal a resenha. Eu gosto de livros de romance! kkk
    E realmente, olhando assim a gente acha que esse vai ser daqueeeles.
    Eu adorei a capa. *-*
    Que quote foi esse em? Refletir mesmo.
    Beijos

    http://elaeseuslivros.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  4. Ei Carol,

    Estes livros nota 3 cansam rs. Este eu nem peguei, vi até algumas resenhas elogiando e fiquei pensando se perdi de não ter pedido, mas eu olho a média das notas e fico com preguiça hehe.
    Agora, quais os 4 seguidos que vc leu nesta maré? rsrs. Fiquei curiosa.
    Eu tenho lido uns bem bons, tenho dado sorte pq julho teve uns 3 nota 2 acho hehe.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. nossa bem legal heim , e e bem assim mesmo na vida real , os meninos adora um desafio ja as meninas só quer o coração deles , e acabam fazendo oque eles querem , Seguindo o aqui flor , caso goste siga também Tagarelice

    ResponderExcluir
  6. Eu já não estava muito animado para o livro, depois da sua resenha tenho certeza que vou deixá-lo de lado. Tem muito livro bom no mercado para perdermos tempo com livros 3 estrelas rs.
    Abraços

    reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha

    http://www.starfashionmakeup.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Cá, bom como eu não gosto de romances seria um livro que eu leria sem problema algum rs Acredito que histórias assim sejam bem mais ricas do que ficar de "mimimi", mas é meu gosto literário rs
    vestindo-ideias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. sem duvidas eu me interessaria no livro pelo titulo... e iria odiar ficar sem entender HAHAH e ja vendo aqui a resenha tenho certeza que nem iria terminar de ler ..
    Caroline... uma vez vc me disse lá no blog que eu pareço com a Ariana Grande, não.. nunca ninguem me falou isso , mas confesso que adorei a comparação .))
    beijao linda
    www.layanasouza.com

    ResponderExcluir
  10. Uau, fiquei surpreendida com o que você disse na resenha. Realmente, quando o assunto do livro não cumpre o que promete, simplesmente o leitura no geral não dá certo. Pena!

    Beijos, Gabi Prates
    Palácio de Livros

    ResponderExcluir
  11. Faço templates personalizados...
    Seu blog iria ter mais acessos e melhor visualização por parte dos internautas...
    se estiver enterresada visite
    Garanto que nao vai se arrepender
    serviço 100% GARANTIDO
    http://www.templatespersonalizados.com/

    ResponderExcluir
  12. Sabe que eu gostei exatamente pelo foco não ser o romance? Mas aí é porque não me dou muito bem com romance mesmo... sou bem chata com relação a isso, então quando a história escapa dele sempre solto um aleluia!

    ResponderExcluir
  13. oie
    legal a resenha ;D
    bjim
    http://esmaltechic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Veja por esse lado, pelo menos vc acho 3 pontos positivos

    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  15. Eu adoro a capa desse livro, mas eu estão TÃO desanimada para ler esse livro. :(

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim como um velho ditado diz: "Não julgue um livro pela sua capa".

      Excluir
  16. Esse foi um dos livros que eu menos gostei dos que já li, e ao lê-lo fui com o mesmo intuito que você: procurar um romance leve e gostoso de ler. A Ruby é muito bobinha e imatura, e fiquei muito chateada que o que mais me interessou na sinopse, de uma senhora que tinha vivido o romance de um livro, foi muito pouco explorado :/
    Beijo,
    Nic

    ResponderExcluir
  17. Eu achava mesmo que era um romance água com açúcar! (e por que não? y.y haha)
    Bom, ainda estou com vontade de ler o livro, e espero gostar, já que fui avisada =D
    Adorei a resenha, e espero que o sua maré de azar passe .~.

    Beijos
    www.tainahrodrigues.com
    fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Na minha opinião a única coisa boa no livro são os velhinhos. Sem eles o livro não teria nada de bom.

    Bjus.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha
      Viva as Rainhas Caçarolas e Harold!

      Excluir
  19. E acredite, não é a primeira vez que leio uma resenha desse livro com alguem chateado pela história, hahaha
    E eu que tinha amado a capa e o título, desisti ja!
    beijocas

    ResponderExcluir
  20. Adorei sua resenha, já ouvi falar desse livro e tinha ficado um pouco curiosa, mas depois de ler sua resenha não sei se estou tão afim. Pelo jeito não é tão emocionante :/

    Beijos! ♥
    http://viajantesdaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Ah que forma legal de estruturar uma resenha, gostei bastante. Eu jurava que esse livro era bom, você é a primeira pessoa que vejo não apoiando tanto esse livro pelo 'nhem nhem nhem' que tem nele. Já não sou muito fã de romances e sua resenha, foi o suficiente para que eu nem pensasse em me arriscar a ler, já que eu não gosto de me decepcionar com os livros.
    Beijinhos, Thamires R.
    http://marcaprovisoria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Hum... Também sou das que jurou de pé junto que o livro era puro romance! Bom saber de antemão que não é bem isso pra eu não me decepcionar. Mas pra falar a verdade esse livro não está nas minhas prioridades. Tem sido um padrão nas resenhas que leio: ah, o livro é bom, mas não é isso tudo. E prefiro mirar naqueles com críticas melhores, e que sei que tem mais chances de eu gostar. Mas um dia ainda leio esse! Haha adorei a resenha!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Eu vou ler esse livro por esses dias e ele está sendo amplamente criticado. Fiquei até com medo porque adorei o outro livro da autora, mas assim como você, eu esperava romance. :/

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  24. Eu curti o livro!
    Acho que foi por causa das Rainhas Caçarolas!

    Gostei da resenha, bacana mesmo.

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá, adorei o seu blog, ao ler alguns posts, vi que você é uma pessoa esforçada que só quer falar e ser ouvida na blogosfera, assim como eu. Posso dizer que gostei muito do que li, vc tem um potencial enorme e sei que será um grande blog de fácil entendimento e conteúdo gostoso de ler. Sou Luciana Shirley do blog http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/ se desejar me visite e siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderExcluir
  26. Oi Carol! Pensei exatamente o mesmo que você. Ganhei o livro de uma amiga e quando li o título e a sinopse pensei: "Meu Deus! Minha amiga poderia me dar outro livro de outro gênero só pra provar que me conhece de fato!" (Não sou fã de romance). Mas depois percebi que não era exatamente isso.
    O final, sim, é um pouco vago. Mas gostaria de lhe oferecer uma das coisas que amo fazer quando me deparo com esses finais: imaginar mil maneiras de como a história continua. Obrigada : )

    ResponderExcluir
  27. Eu também tive o mesmo sentimento. Quando pequei estava procurando o típico clichê da menina boazinha e o bad boy. Será que alguém pode me indicar um livro assim?
    Obrigada adiantado.

    ResponderExcluir

Críticas são importantes, até mesmo as negativas! Então, não deixe de criticar por aí!