25 de junho de 2013

O momento mágico - Resenha Crítica

Olá leitores, como estão?

Quem fez a resenha do post de hoje foi a Carla Wolf, minha amiga e também devoradora de livros (obrigada, Cá! ). Recebi este da Editora Novo Conceito, parceira aqui do blog e, tem um exemplar dele esperando por vocês no sorteio que ainda está rolando!




Título: O Momento Mágico

Autor: Jeffrey Zaslow

Editora: Novo Conceito

Número de Páginas: 320

Avaliação do Conteúdo: 
                       Capa: 5/5
                       Diagramação: 5/5

Onde encontro? aqui, por R$23,90






Quem ainda não o leu deve pensar que esta é apenas mais uma história clichê que fala sobre o amor e o casamento, mas posso lhes garantir que essa não é a ideia correta sobre ele.  Jeffrey Zaslow, o autor do livro, parece buscar uma maneira de falar sobre o amor que se pode ter por seus filhos, ainda mais que ele é pai. É importante ressaltar que o autor além de tudo é jornalista, por isso encontramos vários dados de pesquisas divulgadas enquanto se é falado sobre o relacionamento de pais com filhos.


A história se passa na Becker’s Bridal, uma loja antiga de vestidos de noivas na cidade de Fowler, no estado americano de Michigan. A loja é em si um lugar considerado mágico para qualquer noiva. O relato de Jeffrey sobre a sua primeira impressão da loja:

Mas na primeira visita a Becker’s senti que era um lugar que poderia iluminar os aspectos mais pungentes da jornada de uma mulher até o altar. Foi quando soube que a história que desejava contar sobre todas as nossas filhas estava ali- nas paredes, nos espelhos, nas araras e, principalmente, naquela sala no alto da escada.”

A sala que é descrita por ele, na verdade é a considerada “Sala mágica”, onde quando a noiva já tem uma noção sobre o vestido que deseja, sobe e se olha nos espelhos em cima de um pedestal e, a luz que cai perfeitamente no local, não evidencia seus defeitos e sim o vestido, ajudando o lugar a parecer mágico. 

Em nenhum momento é se dado ênfase absoluta ao que ocorre com quem trabalha na loja, mas durante o livro, é mostrada a relação de pais e filhos que existem dentro dela. Eva Becker foi a fundadora da loja junto a seu marido, tinha os negócios acima da família. Então o negócio foi passado para Sharon, que foi passado para Shelley, que tem como ajudante sua filha Alyssa.

É mostrado principalmente o quanto o trabalho quando colocado à frente da família pode ser prejudicial aos filhos e ao próprio casamento. Para ilustrar melhor o relacionamento entre eles, é apresentada várias noivas que passaram pela loja, mostrando sua relação com suas mães, sua vida pessoal e como se comportavam e principalmente como Alyssa a filha de Shelley, ou Shelley se sentiam ao lidar com elas.

A relação entre Alyssa e Shelley é complicada. Por trabalhar em uma loja de vestidos de noiva, seria imaginável que Shelley tivesse um casamento perfeito e por isso fosse incentivada a trabalhar na loja, porém não é isso que ocorreu. Por ter se casado jovem ela se separou alguns anos depois, o que deixou Alyssa chateada com a mãe, mesmo com seu pai dizendo que a mãe não era a culpada. Alyssa sempre buscou a atenção da mãe, quando criança se escondia para que pudesse se sentir procurada, e assim mostrasse que fazia falta.

“Esse vestido ficou ótimo em você”, diz Shelley para uma noiva, sabendo que seu lugar fica a algumas centenas de metros, em casa com seus filhos. Mas também poderia ser um milhão de quilômetros além."

A mãe demorou a perceber que Alyssa sentia sua falta, por isso dedicava-se tempo integral à loja sem perceber a falta que fazia a filha. Até mesmo quando o médico disse que ela precisava descansar, ela chegou até a pensar no caso, mas continuou trabalhando, pois acreditava que a loja precisava dela.

“Bem, um carvalho pode estar apodrecendo por dentro e continuar forte por fora”, disse o médico. “Só de olhar a árvore não se dá para saber o estrago por dentro. Você precisa cuidar melhor de si mesma.”

Um dos pontos que faz o livro ser diferente é que em cada história contada de alguma noiva, há uma foto mostrando sobre como a ela realmente é. Não é apenas contado o que ocorre na loja, é também apresentada a vida pessoal de cada uma, sejam elas tristes ou felizes, de mulheres puras ou de idade avançada, por assim dizer. O que me deixou mais encantada com a história, é que todas as noivas que são descritas não são apenas faladas por cima. Não vou dar detalhes para não deixar spoiler, mas garanto que nenhuma história é apenas jogada.

O desfecho da história é algo impressionante, realmente gostei muito do livro, e acredito que por não tratar de relacionamento entre casais não torna-se algo clichê. Mas claro que, por se tratar de casamentos, sempre é dito algo sobre o sentimento entre duas pessoas, porém não é o enfoque principal do livro. A diagramação do livro está linda, os detalhes das páginas são maravilhosos e fazem com que o leitor  acredite estar lendo uma história mágica.

Foi um livro que fui com um grande entusiasmo ler e não me arrependi, uma história diferente das demais e também impressionante. Indico o livro à todos, não é voltada apenas ao público feminino mas ao masculino também, a imparcialidade que é dita dos fatos também é ótima. Um livro com um enredo ótimo que te envolve em um mundo que muitos desconhecem, é dito sobre negócios de família, mas também sobre tudo que ele representa. Acredito que mesmo sem ser mãe nem nada, esse livro proporciona ótimos ensinamentos. Recomendo a leitura!

Beijos,
Caroline (e Carla!).

12 comentários :

  1. Eu amei o seu blog,
    Estou seguindo, se puder segue o meu?
    http://soombraegloss.blogspot.com/
    A minha fan page está em baixo do “Arquivo do Blog”
    Bjus.

    ResponderExcluir
  2. Oi! Adorei seu blog! Estou seguindo, claro.
    Beijos
    Isa
    http://www.verbosdiversos.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha, fiquei curiosa para lê-lo!
    Beijos ;*
    Blog Mais Glamour

    ResponderExcluir
  4. cara esse livro deve ser mt lindo
    nao vejo a hora de ver o meu exemplar.

    ResponderExcluir
  5. Eu não gosto muito de histórias assim, mas fiquei curiosa para saber o final, rs.

    http://ontendency.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Estou louca para ler esse livro, Carol!!! *-*

    Beijos,
    www.estanteseletiva.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Ca (posso chama assim Caroline? rs) !
    Então, amei as músicas que você me indicou , espeacialmente a : Espectrum ! Muito boooa.
    Eu adoro essa aqui: Avicii vs Nicky Romero - I Could Be The One
    e essa também: Avicii - Levels (o clipe dessa é muito legal kkkkk)
    Se você quiser escutar, depois me conte se gostou rsrs (;
    Mil beijos !

    ResponderExcluir
  8. Oi Caroline! Amei a resenha da Carla! Como você é sortuda de ter uma amiga leitora, hein? São poucos os que são privilegiados assim, hahaha
    Desde que o livro cegou aqui, já estou na expectativa. Sou apaixonada por tudo sobre casamento e tenho certeza de que irei amar esse também! No entanto, ainda não tinha lido nenhuma crítica mais profunda sobre a obra, mas gostei bastante dos comentários da Carla. Me deixou ainda mais interessada! :)

    Beijinhos! www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  9. Oiee

    Amei a resenha e de fato a capa nos traz outra impressão da história, já anotado para minha lista de desejados.

    Parabéns pela resenha!

    Beijos

    http://www.livrosechocolatequente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. eu adorei a história, parece ser um livro muito interessante. http://anavidadeestilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Já tinha visto alguma coisinha sobre o livro, mas nunca me interessei. Mas depois desse post, ele me pareceu interessante, parece ser lindo.♥

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ótima resenha! Confesso que quando a NC anunciou o livro, achei que fosse algo bem feminino e cheio de clichês, mas pelo visto, o livro é totalmente diferente do que pensei e pela resenha, dá para notarmos que a história é dez! Vou ver se o lê-lo em breve!

    Beijos.

    Da Imaginação a Escrita

    ResponderExcluir

Críticas são importantes, até mesmo as negativas! Então, não deixe de criticar por aí!